Tags

,

O terceiro episódio dessa temporada trouxe novas perspectivas para Dexter, já que todo o episódio se desenvolveu em cima de um serial killer que motivou toda a procura inicial em capturar serial killer: a fada dos dentes. Contudo, como veio a se tratar de um evento ocorrido nos anos 80, o assassino em série deveria estar com uns 70 anos. Desse modo, Dexter na casa de repouso em Miami para procurar alguém que tenha vindo de Oregon, entre os três pretendentes um compareceu como o mais provável: Walter Kenney. E foi uma cartada certa! O interessante dessa procura concerne ao fato que Dexter experienciou o como se ele tivesse na mesma idade que o velho fada dos dentes. Já que se tratava de um idoso mal-humorado, resmungão, solitário e repudiado pelo único filho, que o jogou naquela casa sem nunca mais trazer notícia ou atender algum recado dele. Por certo momento Dexter titubiou projetando o seu futuro igual àquele que se postava na sua frente, mas ao menos pensou que diante daquilo que se apresentava poderia encontrar formas para evitar o mesmo destino. Porém, a sacada de Dexter foi que não matá-lo como um serial killer, mas deixar a entender que foi de um morte comum a qualquer pessoa em idade avançada: ataque cardíaco. Restando a Dexter jogar a caixa dos dentes no mar, onde todas aquelas mortes serão esquecidas….

No departamento de polícia Debra Morgan ainda está meio perdida no novo trabalho como tenente e com a Laguerta só colocando seus pitacos nas ações, praticamente vai deixando-a impaciente e se achando uma incompetente para o trabalho. Contudo, depois de alguns ir e vir, consegue tomar o rumo e parece que aos poucos vai se acertando no novo cargo, se caso ela não continuar nesse novo cargo pelo menos que seja ao fim, ela sentir cansada daquele novo trabalho e passar para Batista, mas não que ela tenha sido um desastre. Ao que parece essa primeira opção poderá ser o que ocorrerá no fim dessa temporada. Enquanto isso, a dupla de católicos fanáticos tem mais uma vítima para sua próxima representação do fim do mundo, algemado ele é forçado a pedir perdão a Deus por todos os seus pecados, contudo no que ele pensava ao se redimir sairia daquele crivo permeados de loucos, na verdade estava sendo purificado para que o recado fosse dado: o fim do mundo está próximo. E o episódio termina com os cavalos trazendo consigo os pedaços daquela pessoa, configuração os cavaleiros do apocalipse! Ou seja, mais um excelente episódio de Dexter que mostra estar de volta no caminho certo, agora esperar o próximo episódio.